Página Inicial UFPA concede título de Professor Emérito a Violeta Refkalefsky Loureiro
UFPA concede título de Professor Emérito a Violeta Refkalefsky Loureiro

Veja CONVITE AQUI

 

A professora e pesquisadora Violeta Refkalefsky Loureiro, docente da Faculdade de Ciências Sociais (Facs) do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH), recebe nesta quinta-feira, dia 5 de novembro, o título de Professor Emérito da Universidade Federal do Pará. A concessão do título foi proposta pelo professor Juan L. Bardalez Hoyos, também docente da Facs, e aprovada pela Resolução n. 4680, de junho de 2015, do Consepe. A cerimônia de entrega do título ocorre às 19h, no Museu da UFPA. A professora Violeta passa a integrar o seleto grupo de quatro mulheres a receber essa homenagem da UFPA.

Ápice - “Foi uma gratíssima surpresa saber da outorga do título. É bom saber que as pessoas estão atentas ao nosso trabalho. Depois de mais de quarenta anos de trabalho na UFPA, considero o ápice da minha carreira”, manifestou-se a homenageada.

Violeta Loureiro tem uma longa história ligada à educação paraense. Iniciou a carreira, aos dezoito anos, como professora de escola pública. Posteriormente, tornou-se diretora de escola estadual. Foi, ainda, responsável pela inserção da disciplina Sociologia no ensino médio, antes que essa fosse obrigatória em todo o país.  Participou, também, da implantação do Fundef no Estado. A convite do Ministério da Educação, integrou a equipe que implantou o Fundef em outros Estados brasileiros.

A homenageada possui Graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Pará (1969), mestrado em Sociologia pela Universidade Estadual de Campinas (1985), doutorado em Sociologia - Institut Des HautesEtudes de l Amérique Latine (1994) e Estágio  de  pós-doutorado na Universidade de Coimbra (2006).

Amazônia - A professora é autora de livros didáticos sobre a Amazônia que versam sobre a história, cultura, política, educação, economia e questões ambientais da região. Entre os livros didáticos, dois vêm sendo adotados pela rede pública de escolas estaduais, destacando-se "Estudos e Problemas Amazônicos", publicado pela Secretaria do Estado de Educação do Pará (Seduc), destinado a professores da Educação Básica.

Ao todo, são onze publicações resultantes de projetos de pesquisa e estudos sobre a região amazônica. Entre as obras, destacam-se: História da Amazônia: do período da borracha aos dias atuais; Amazônia: temas fundamentais sobre o meio ambiente; A Amazônia no Século XXI: novas formas de desenvolvimento; Amazônia: História e Análise de Problemas (do Período da Borracha aos dias atuais); Amazônia: Estado, Homem, Natureza”; Estudos e Problemas Regionais Amazônicos; Miséria da Ascensão Social: Capitalismo e pequena produção na Amazônia; Os parceiros do mar: natureza e conflito social na pesca da Amazônia.
 
A obra mais recente, A Amazônia no Século XXI – novas formas de desenvolvimento, lançada em 2009, resulta de seus estudos de pós-doutorado na Universidade de Coimbra.

Na trajetória profissional, a socióloga Violeta Loureiro foi diretora do Instituto de Desenvolvimento Econômico Social do Pará (IDESP), diretora de Ensino da Secretaria de Educação do Pará (Seduc) e conselheira do Conselho Estadual de Cultura. Por sua atuação como socióloga e escritora, já recebeu diversos prêmios concedidos pela Assembleia Legislativa do Estado, Secretaria de Estado de Educação e Conselho Estadual de Cultura. Desde 2009, é membro da Academia de Ciências.

Na Universidade Federal do Pará, a professora Violeta exerceu a docência por 44 anos no ensino da graduação e pós-graduação. Foi orientadora em dezenas de dissertações e teses. Aposentada do quadro funcional em 2013, permanece atuando como pesquisadora e professora voluntária nos Programas de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia (PGSA) e em Direito (PPGD).

Texto: Cristina Trindade - Ascom / IFCH
Foto: Divulgação

 
 

Links Relacionados

CAPES

PROPESP

ANPOCS

ABANT

SBS

FINEP

CNPQ

PERIODICOS

SCIELO

IFCH